Idas e vindas

maos

Mais um dia. Os primeiros raios de sol já atravessavam a janela, invadindo o quarto e mostrando que já era hora de levantar. Seria um dia comum, como os outros: se arrumar, ir para o trabalho e, no final do dia, ir à faculdade. Aquela rotina já era automática. Ela não poderia fazer mais nada, pois a tristeza que estava em seu coração não a permitia pensar. Depois que daquele homem entrou em sua vida, ela só se vê pensando nele. Imaginando uma vida inteira ao seu lado. Nem saberia Continuar lendo